Prudens quid pluma niger secundum

Pensamentos de Como Encarar as Chuvas

Já fiz e ouvi varias vezes essa pergunta: Como Devo Encarar as Chuvas na Estrada!?
A resposta, agora, é simples: Com receio e aquecido!

Cheguei a essa conclusão ao final do dia 13/10/2011 quando rumávamos, e chegamos, a Blumenau-SC. Estávamos preparados para chuva leve, mas nao esperávamos rodar aproximadamente 500km sob tempestade. Foi tenso e frio!!!

As calcas e jaquetas, vendidas como impermeáveis, são preparadas para chuvas leves e curtos trechos. Fomos pegos pelo excesso de confiança nos equipamentos e acabamos ensopados. Rodamos algo entorno de 8h chovendo. Consegui manter o peito protegido, mas os braços quase congelaram. As mãos estavam protegidas por luvas de couro e, por baixo, por luvas de procedimento cirúrgico. Em uma cidadezinha qualquer, compramos moletom e roupas de chuva. Bem, na verdade apenas o Thiago comprou roupas de chuva enquanto eu e Hermann compramos Moletons para ajudar a aquecer, já que havia apenas uma capa disponível.

Diante de tudo que rolou pensei em compartilhar umas dicas, coisas básicas que podem ajudar!

Evite as chuvas se possível, é uma adversidade das mais incomodas e inseguras. O risco de acidente é eminente devido a pouca visibilidade (tanto sua, quanto dos demais veículos) e incomodo da umidade e frio.

Tenha a viseira do capacete limpa e desembaçada, mesmo que seja necessário abrir uma frestinha do capacete! Aconselho os produtos de limpeza que são facilmente encontrados hoje em dia. Quando a luz do dia brigar com as gotas da viseira utilize a viseira escura opcional ou um óculos escuro, quebrando os reflexos que podem incomodar.

Carregue consigo e de fácil acesso, um moleton reserva um conjunto de roupas de chuva com bolso externo para moedas do pedágio (estilo usado diariamente por motoboys). Acredite: é a melhor solução e de ótimo custo/benefício.

Proteja as mãos com luvas de borracha de procedimento cirúrgico. Elas mantém suas mãos secas e aquecidas! Vale a pena levar um par para cada parada, já que elas ficam nojentas!

Use roupas adequadas para o trecho em questão, dê preferencia para um velho e confortável jeans quando possível, em tempo seco! Abuse de calcas de cordura em tempos úmidos e chuvas leves! Vc se ajuda na limpeza e se aquece!

Nos dias e trechos mais frios ( serras, matas, etc ) use segunda-pele ou se prepare para um frio que vc nao pegou ainda. Tenha para você o conceito de conforto particular, em termos de temperatura. O grupo pode estar bem, mas você estar caminhando para uma hipotermia sem perceber.

Procure utilizar um coturno ou botas impermeaveis e caso nao seja possível, proteja seus pés com sacolas e jornal. Lembre-se que a água tb pode entrar pela parte superior da Bota.

Use jaquetas do seu tamanho, nao maiores ou menores. Couro ou cordura, mas sempre confortável. Compre sempre pensando que vc pode querer ou precisar usar uma blusa mais quente por baixo.

Dê preferencia para as vestes que já tem costume, evitando novidades que podem ser desagradáveis. Longos trechos montados em sua motocicleta sentindo algum incomodo, sendo perturbado por algo apertando, fincando, te esfriando, suando e etc, pode ser muito perigoso por alterar sua paciência, humor e atenção.

Cuide-se o máximo possível! Nao tenha medo de encarar a chuva!!

Vigie os outros carros o tempo todo! Evite as poças de agua e manchas de oleo! Evite sustos com os caminhões e as nevoas que levantam ao passar!!!

Em grupo mantenham-se unidos numa formação mais densa, pode nao parecer, mas é muito mais seguro. Mantenham a velocidade constante, evitando acelerações e frenagens bruscas! E tenha sempre certeza do que está fazendo!!!

No mais… Boa estrada!!!

Anúncios

4 Respostas

  1. Mais um texto muito bom e direto.
    Permita somente acrescentar que é importante reduzir a velocidade debaixo de chuva. Sei que é óbvio, mas vale a pena comentar.
    Abraço!

    7 de novembro de 2011 às 20:21

  2. marcão

    putz q bando de coxa!

    23 de novembro de 2011 às 12:14

  3. Fala Marcão
    Reconheço que somos coxas mesmo. Lembro das várias vezes que levamos as motos na carretinha para os encontros. Eu mesmo levei uma moto minha na caçamba da pick-up em mais de uma viagem, não há como negar.
    Moto de trilha é foda, não pode rodar no asfalto.
    Abraço!

    29 de novembro de 2011 às 01:44

  4. E com capas de chuva CARAS, já que todas as baratas são dissolvidas pelo vento e chuva em questão de horas.

    1 de dezembro de 2011 às 11:29

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s