Prudens quid pluma niger secundum

Os Sonhos Podem Esperar…

Quando estamos vislumbrando uma motocicleta nova, um upgrade no mesmo estilo ou ate mesmo uma radical mudança de segmento, nos deparamos com muitas possibilidades. Possibilidades essas que confundem nossas mentes, turbinadas por propagandas virtuosas, criticas monstruosas, opiniões sorrateiras, em suma: uma tempestade de informações. Bem, o que pretendo dizer é o quanto escolher uma moto nova é foda…

Há aproximadamente um ano atrás comprei uma Dragstar, incentivado pelas boas criticas, reportagens e opinioes de amigos, que agradeço muito, pois fiz uma ótima aquisiçao.

Mudei de segmento, da Bigtrail para a Custom. Confesso ter saudades infinitas da vida de Bigtrail, mas me certifiquei que uma BT de pouca cilindrada não é aquilo tudo que seus sonhos esperam, assim como uma Custom de média cilindrada acaba por deixar a desejar ao mais afoitos por pressao no motor… Hoje uma BT nao deve ter menso de 800c de jeito algum… senao vira moto urbana e pra isso ja temos varias linhagen da Tornado rodando por aih.

Nao digo que a DS seja uma moto ruim, pelo contrario, acredito e percebo no dia-a-dia uma moto guerreira, forte, econômica, confortável e deveras estilosa. Mas quando se faz algumas viagens mais longas com garupatroa e malas, é perceptível que lhe falta forca, nota-se que ela trabalha no limite. O mesmo acontecia com a Xt600, muita agressividade quando sozinho, mas muito esfôrço quando pesada. Ambas são motos feitas, com certeza, para se usar sozinho na estrada… ou de garupa na cidade… e no caso da DS, os infinitos aclives de BH tem a matado aos poucos.

O que estou falando, parte da experiencia de um motociclista que usa suas motos no dia-dia, 7 dias por semana, opinões de uma pessoas que opta por não ter um carro e vive todas as situações possíveis sobre duas rodas. Minhas motos recebem revisao geral todos os anos e manutenção em dia.

Tenho certeza da versatilidade da DS650 nas ruas e aposto a própria XT sobre qualquer analise dela no dia-a-dia e garanto as duas na estrada se eu puder encher o cano. Tenho minhas duvidas quanto a satisfação de amigos que “rodam” constantemente com suas HD`s ou Custom maiores, devido a falta de jogo no transito. Percebo amigos e colegas, deixando suas motos se transformarem em samambaias de garagem e deixando de aprender cada dia um pouco mais sobre o que é pilotar… sobre o que é ser motociclista… pessoas que tremem na estrada…

E em resumo eu diria: pense bem nos uso que sua moto terá, sobre seu(ua) garupa e pese bem os custos a longo prazo, pois 5mil reais economizados na compra de uma moto, podem se tornar um martirio ate a proxima oportunidade de upgrade!!!

Agora é so esperar a formatura e me presentear com uma V-Rod… ou uma M1500cc… quem sabe uma BMW… uma KTM… uma versys… um velotrol… uma Drag trasnformada… !??!?! é… é foda mesmo!!!!

Os sonhos podem esperar… 

 

 

Anúncios

2 Respostas

  1. Camarada
    Realmente o motor da DS sofre com o excesso de carga.
    Alias qualquer moto sofre. Infelizmente no caso da DS esse limite é relativamente baixo quando se faz viagem com garupatroa e toda a parafernália de bagagem.
    Muitos companheiros trocaram a DS por uma moto maior considerando isso.
    Mas o problema é o excesso de tranqueiras que as garupatroas carregam.
    Rsrsrsrsrsrs!!! Aposto que quando tiver uma moto maior, a garupatroa vai querer levar ainda mais tralhas!
    Desapegue!
    Abraço!

    14 de abril de 2012 às 07:17

  2. Concordo em genero, grau e número kkkkkk.Abs.

    14 de abril de 2012 às 07:47

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s