Prudens quid pluma niger secundum

Próximo do céu escarlate: 16/09/19 Sakya a Shigatse

Novamente tomamos o café por volta de 07:15 e assim pegamos a estrada às 08:00. O trecho de hoje seria de apenas 180km e o guia avisou para mantermos a atenção com o trânsito de caminhões.

Como já acordo cedo de costume, nem faz muita diferença, o que está foda é o frio de manhã e para evitar choque térmico e um resfriado fora de hora, tenho evitado o banho da manhã. Não deixei de tomar o banho da noite, brasileiro né. Se deixar toma até três banhos para a ojerizava dos demais companheiros de costumes europeus.

Já fui deixar a bagagem no lobby do hotel para ganhar tempo e estava tudo escuro e sem viva alma, voltei com as tralhas para o quarto antes de aventura para o café da manhã no terceiro andar. Por incrível que pareça, o café da manhã tinha coisas que consideramos normais como frutas e torradas com manteiga.

Um café da manhã um pouco mais próximo do nosso
Preparando para pegar estrada

Conforme programado, pegamos estrada as 08:00 em direção a Shigatse. Estrada bem tranquila, novamente acompanhando o rio cortando o vale, exceto por uma única passagem em que subimos e descemos a serra.

Combinação perfeita de curvas e retas, uma pena o monocilíndrico de 500cc da Royal Enfield não ter torque e potência suficientes para uma tocada mais divertida para aproveitar melhor a estrada.

Poucas vilas e pequenas cidades ao longo do caminho, exceto por um grande aglomerado de vilas onde um grande aviso pintado direto na montanha indicava em tibetano, mandarim e inglês: “The world barley city welcomes you”.

A partir deste aglomerado até nosso destino final eram apenas mais 20km e quase fui atropelado 5 vezes por motorista vindo na outra direção fazendo ultrapassagens próximo a curvas ou em retas com pouco espaço.

Pegava acostamento, ao menos dessa vez tinha, para evitar o pior e naturalmente congratulava os motoristas boca aberta com o belíssimo troféu dedo. Cambada de cornildos, vão lá catar coquinho!

Ainda bem que dessa vez havia acostamento para desviar de ultrapassagens erradas
Portal de Shigatse
Apareceu o resto da trupe

Chegamos em Shigatse no horário programado. Ok, consegui parar para fotos e numa tocada mais forte, não perdia o povo de vista. O plano original era levar as motos para a vistoria, porém o guia alterou o plano e nos trouxe primeiro a um hospital, o que imaginamos ser o exame clínico e assim ficamos aguardando no estacionamento.

Basicamente o guia agendou nossa consulta e de lá seguimos para o posto policial, onde também deixou agendado nossa vistoria. Finalmente passamos numa fotógrafo para tiras fotos para a documentação. Em seguida fomos para o hotel por volta de 12:30, afinal temos que esperar até as 15:00 para retornar às atividades.

A animação de um dos companheiros ao descobrir que a documentação não era na hora

Dobrando a esquina do hotel e seguindo a rua até o final, achamos um excelente restaurante e conseguimos fugir do menu típico comida chinês ou comida tibetana. Neste havia um mix com influência de comida ocidental.

Dois colegas pegaram hambúrguer de carne de Yak, um pegou hambúrguer vegetariano e eu peguei um bife de Yak com fritas. Muito bom, a textura é de um bife bovino comum e o gosto lembra o de bife de fígado.

O até então desconhecido bife de Yak com fritas

Na discussão, alguém leu um artigo que indicava que a quantidade de oxigênio no ar aqui é 67% da quantidade que estamos acostumados mais próximo do nível do mar.

Uma arquitetura diferente

As 15:00 saímos para a odisseia da documentação. Primeiro passamos na seguradora para pegar o seguro obrigatório local. De lá fomos buscar as fotos. Na sequência hospital. Um dos companheiros teve mal de altitude e até veio no caminhão no trecho de hoje. Se ele passar no exame, todo mundo passa. Para a sorte dele e de todos nós, era só um exame simples de vista, todos passamos.

A próxima etapa é a vistoria das motos, rodamos por boa parte da cidade e deu para perceber que não é pequena e viemos parar, digamos, do outro lado. Mais uma espera longa com o sol lascando. A sorte foi que achei uma bodeguinha vendendo água e comprei para todo mundo, já que ficamos lá por volta de 1h.

Compasso de espera no sol de rachar o coco

Dai seguimos para o registro das motos, o interessante é que passamos através de um super condomínio em construção, com dezenas de prédios, bem ao estilo chinês de fazer tudo gigante e exagerado. Como ficamos agarrados até 18:00, a última etapa que é tirar a habilitação temporária local ficou para amanhã a partir de 09:30.

Mega condomínio típico chinês
Aguardando o registro das motos

Enquanto seguíamos de volta para o hotel, passamos em frente à entrada do monastério de Shigatse e a turma resolveu dar uma olhada. Devido ao horário não nos deixaram no primeiro momento e depois de uma conversa comentando que amanhã iríamos embora, liberaram uma rápida visita.

Só ficamos no pátio principal onde pegamos algumas fotos com a imponente construção ao fundo, incrível. Daí a pouco uma chuva fina e um arco-íris duplo para coroar o dia.

Parece que o projetista da praça sabia do arco-íris ao posicionar as estátuas

Voltamos para o hotel para uma ducha rápida e partimos novamente para o restaurante legal, afinal vi que tinha pizza no cardápio. Pizza time!

Quase perfeito, disseram que não tinha queijo, fiquei sem pizza e tive que me contentar com um delicioso Yak Burger.

Yak burger time!

Veja a peripécia de ontem aqui. Continue comigo nessa viagem aqui.

2 Respostas

  1. Pingback: Próximo do céu escarlate: 15/09/19 Saga a Sakya | Clã do Gallo Preto

  2. Pingback: Próximo do céu escarlate: 17/09/19 Shigatse a Lhasa | Clã do Gallo Preto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s